Olá, seja bem-vindo(a) a Lojas Triângulo!
08/06/2022

Lavar em casa ou mandar para a lavanderia?

Ter um tapete na sala é algo especial. Traz harmonia ao ambiente, delimita seu espaço e adiciona interesse visual. Ninguém duvida que tapetes são excelentes, mas cedo ou tarde; antes de comprar uma peça, ou alguns meses depois que ela já está no chão (ou na parede) do ambiente, vão surgir questões: Como limpar? Precisa lavar? Quando e como fazer?

Tapetes podem acumular muita poeira, e podem ficar impregnados com sujeiras por onde se proliferam bactérias, fungos, ácaros, e todo tipo de coisa. Esse é o post que vai te guiar pelo processo de limpar e manter seu tapete sempre saudável, e o que fazer quando chegar a hora de lavar sua peça. Seja bem-vindo(a), fique à vontade!

Tire os sapatos

Para entrarmos no assunto com o pé direito, é bom entender os tipos de sujeiras que os tapetes acumulam. A sujeira mais pesada é carregada para dentro de casa por calçados, que pela dureza da própria sola gastam as fibras e comprimem nelas sujeiras que podem causar manchas muito difíceis de remover sem maquinário profissional. Procure deixar os calçados na entrada da casa, seus tapetes agradecem.

Manutenção regular

Manter o tapete no dia a dia não é tão complicado quanto pode parecer. É importante não deixar que se acumulem poeira e migalhas sobre seu tapete durante muito tempo, pois aceleram o acúmulo de mais poeira e proliferação de bactérias e ácaros.

Esse tipo de sujeira mais leve ainda não exige uma lavagem, mas é bom passar um aspirador com regularidade para evitar reações alérgicas, rinites e asma. Aliás, mantenha a vassoura longe do tapete, o atrito das cerdas gasta a fibra da peça. Usar ervas secas para perfumar o tapete e o ambiente, bem como técnicas de lavagem a seco, são excelentes truques.

Limpeza de emergência

Tapetes estão sujeitos ao derramamento de todo tipo de líquido, e esse é um tipo de sujeira mais grave porque pode causar manchas mais persistentes e favorecer a proliferação de bactérias e fungos. Nessas horas o vinagre, bicarbonato de sódio, água oxigenada e agilidade são seus amigos. Esses truques são intervenções imediatas que podem salvar um tapete na hora da emergência, mas exigem cuidado na hora da secagem: todo tapete que não seca direito está sujeito à proliferação de fungos, que também causam problemas respiratórios.

Lavagem profunda

O nível mais microscópico de sujeira que existe em um tapete são ácaros, bactérias e fungos. São criaturas microscópicas capazes de ativar reações alérgicas, sintomas respiratórios e problemas de saúde graves. Seguir as dicas anteriores ajuda a desacelerar a multiplicação desses organismos, mas é inevitável que dominem um tapete após algum tempo. Por isso é importante realizar a lavagem de sua peça a cada seis meses

Como lavar um tapete?

Nem tente colocar seu tapete na máquina de lavar, ele não cabe. Se você tiver espaço fora de casa, pode considerar lavá-lo com uma mangueira, desperdiçando muita água, ou com um balde e escova, sem os produtos e técnicas adequados e correndo o risco de não realizar a secagem correta. Na hora de levar seu tapete, só uma lavanderia profissional pode realizar a higienização adequada para que ele fique livre de microrganismos indesejados.